IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:


Detentos utilizaram um buraco no teto da cela para fugir da CPPL I, unidade prisional em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza

Cinco detentos conseguiram fugir no último fim de semana daUnidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima, identificada como CPPL I, em Itaitinga, a 32 km de Fortaleza. Na manhã desta segunda-feira (21), um buraco camuflado foi encontrado em uma das celas da penitenciária.
Entre os fugitivos, estão um assaltante de bancos, conhecido por chefiar quadrilhas e comandar sequestros de gerentes em todo o país, e quatro traficantes de drogas, sendo um deles um paraguaio condenado por tráfico internacional.
Em nota, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) informou que os detentos usaram o buraco para chegar à muralha do presídio. No entanto, a Sejus não informou como os presos conseguiram passar pelo obstáculo.
“A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado informa que cinco internos fugiram, esse fim de semana, da Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima, em Itaitinga. Nesta segunda (21), foi encontrado um buraco camuflado no teto de uma cela. A suspeita é que os internos tenham saído por esse buraco e chegado à muralha. A Polícia foi informada do ocorrido e já iniciou os procedimentos de busca e recaptura”, indica a nota.
Confira lista de fugitivos:
Naldo – Marcos de Oliveira Silva, conhecido como “Naldo Sapatinho”, foi condenado por 25 anos em São Paulo por chefiar e praticar diversos ataques à bancos em vários estados do país. O homem é responsável por sequestrar gerentes de bancos, crime reconhecido entre bandidos como ‘Sapatinho’, em que utiliza o funcionário do banco para assaltar o cofre da instituição financeira. Naldo foi preso no município de Mombaça, a 255 km da capital cearense.
Paraguaio – Outro foragido do presídio é o paraguaio Pastor Florêncio Cabral Gimenez. O homem foi condenado a 18 anos de cadeia por realizar tráfico internacional de drogas e uso de documentos falsos. Cabral foi preso em setembro de 2014 com outros sete acusados. Na época em que foi preso, o paraguaio estava portando junto com outros criminosos cerca de 2,5 toneladas de maconha. A ação foi considerada a maior apreensão de entorpecentes do estado do Ceará.
Anilson – Identificado como Anilson Ricardo Nerys, o homem é mais um fugitivo da CPPL I. O criminoso já tinha fugido de um complexo prisional de Goiás, em 2014. Anilson é condenado por chefiar quadrilhas que realizavam tráfico de drogas, em 2009.
Olívio – Preso no estado do Rio Grande do Norte, Olívio Bezerra Queiroz foi preso em 2009 em uma operação intitulada como “Operação Stones”, que prendeu outras 35 pessoas. A ação prendeu vários traficantes de pedras de crack na divisa entre o RN e o Ceará.
Jeremias – Preso em outubro de 2013 por tráfico e associação ao tráfico, Jeramias Ávila Frota também é um dos foragidos da CPPL I. O criminoso já tinha sido condenado a 14 anos e sete meses de prisão. Jeremias foi capturado pela Polícia Federal dentro de uma casa alugada com cerca de 150 kg de maconha.
Fonte: Tribuna do Ceará


Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top