IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:




Cerca de 53% dos crimes ocorreram na Capital e na RMF. Já a Região Central apresentou elevação de 90%

O número de homicídios, latrocínios e lesões corporais no interior do Ceará cresceu cerca de 7% entre os meses de outubro e novembro deste ano. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (8) pela Secretaria da Segurança Pública do Estado.

O interior cearense registrou 139 ocorrências em novembro, contra 130 no mês de outubro. Os municípios da Região Central apresentaram grande aumento, de mais de 90%.

Em todo o Estado, apenas a Região Metropolitana apresentou redução nos crimes registrados em novembro, comparando ao mês anterior. Ao todo, foram 71 crimes em outubro, enquanto novembro houve uma redução de nove casos.

Ao apresentar o novo balanço, que é feito mensalmente, o governador Camilo Santana (PT) afirmou que ainda há muito o que fazer para atingir a meta do programa de defesa da vida no Ceará. 

Precisamos ainda baixar bastante a criminalidade para chegar a índices desejáveis, não só como outros estados do país, mas também mundialmente. Fora isso, nós temos procurado fazer investimentos mesmo com a crise que o país atravessa. Estamos criando delegacias 24 horas e, em menos de um ano, nós queremos passar de 11 delegacias para 23 delas 24 horas no Ceará”, relatou Camilo.

A área de segurança 15, que ocupa a maior parte dos municípios da Região Central do Ceará, aponta o maior aumento no número de crimes no interior cearense. A região registrou 12 crimes em outubro, enquanto em novembro esse índice subiu para 23. A estatística representa uma elevação de 90%.

Ainda de acordo com Camilo, além das ações de prevenção, o Governo deve formar parcerias para combater a criminalidade no Ceará. “A gente tem procurado nos últimos dois anos construir uma parceria com os outros poderes. Não podemos pensar em redução de violência sem a parceria com o poder judiciário. Então, é fundamental uma agilidade maior na conclusão dos processos da justiça”, detalhou.

A área de segurança 11, que compreende parte da Região do Cariri cearense, está no topo da lista das regiões mais violentas do interior cearense. Na região, já foram registrados 294 crimes de janeiro a novembro deste ano. Nesse período, 3.087 crimes por homicídio, latrocínio e lesão corporal foram registrados. Desse número, 53% dos casos ocorreram na Capital e Região Metropolitana.
Fonte: Tribuna do Ceará



Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top