IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:


Oito pessoas foram capturadas durante operação na Comunidade dos Treze, em Aquiraz. Quatro delas já tinham mandados judiciais expedidos pela Justiça, por envolvimento com tráfico de drogas FOTOS EVILÁZIO BEZERRA


As ações vão priorizar áreas identificadas como críticas pela Inteligência da Polícia. Ontem, as operações começaram na Comunidade dos Treze, em Aquiraz. Oito pessoas foram capturadas pela Polícia


Um dia depois de divulgar aumento de 37,6% nos casos de homicídios em todo o Ceará, o Governo do Estado apresentou reações em duas frentes. Em Salvador, Camilo Santana (PT) e outros governadores do Nordeste cobraram, em carta, repasses do Governo Federal a criação do Plano Nacional de Segurança. Já no Ceará, órgãos da Secretaria da Segurança Pública realizaram três operações: em Camocim, em Fortaleza e em Aquiraz. Neste último município, a operação ocorreu na manhã de ontem na Comunidade dos Treze, onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão.

O titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, admitiu que a operação denominada “desintoxicação” foi provocada pelo aumento dos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) no Estado. Ele planeja uma média de 20 operações com mandados de busca e apreensão por mês, em todo o Estado. À noite, como não é legalizado o cumprimento de mandados, o gestor deve investir em blitze e intensificação nas abordagens.

“Isso traz um impacto muito positivo. Vamos ter redução de homicídios, assaltos e comércio de drogas. A gente precisa muito da Polícia Civil, com trabalho de investigação e inteligência”, planeja o secretário. Com atuação de 250 agentes da segurança pública, a ação na Comunidade dos Treze ocorreu no início da manhã, às 5 horas, e foi comandada pela Delegacia de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).

Oito pessoas foram capturadas. Quatro delas já com mandados judiciais expedidos pela Justiça, acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas na comunidade. Outros dois homens foram presos por porte ilegal de arma e dois adolescentes apreendidos por estar com simulacro de revólver e drogas.

Mandados coletivos

Para a operação, foi expedido um mandado de busca e apreensão coletivo, que abrange todas as residências de um determinado perímetro. No caso da operação de ontem, 250 casas foram vistoriadas pelos policiais. “A gente indica à Justiça qual é a área (da investigação) e os alvos em potencial, mas o trabalho ficaria incompleto se não conseguisse revistar todas as casas”, argumenta André Costa.

Segundo ele, os acusados usavam as casas dos moradores da comunidade para esconder armas e drogas. “A ação da Polícia foi cortês nesses casos. Para cidadão de bem, a gente tem que trabalhar como servidores, mas para bandidos, a gente é autoridade. Tem que impor respeito”, separa.

De acordo com o coordenador da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol), delegado Fernando Menezes, a investigação da delegacia de Aquiraz, a partir das denúncias de tráfico, identificou o perímetro em que o fluxo de entorpecentes era maior. Conforme o organizador, essa operação seria semelhante à Nômades, que já foi realizada na comunidade Muro Alto, na Sapiranga, e no bairro Serviluz.

Fonte: O POVO - JÉSSIKA SISNANDO | RÔMULO COSTA


Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top