IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:



Grupo armado invadiu um imóvel e iniciou uma série de agressões contra as pessoas que estavam no local

Equipes da Polícia Militar foram acionadas por um homem para atender a uma ocorrência em uma casa de praia em Iparana, na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. O fato aconteceu na noite deste domingo (18), quando os agentes foram alertados para um grupo armado que teria invadido um imóvel e iniciado uma série de agressões contra as pessoas que estavam no local.

De acordo com informações, uma viatura passava próximo à praia do Pacheco, quando um homem abordou os militares pedindo socorro. Ainda segundo relatos, o indivíduo disse aos militares que estava em uma casa de veraneio com outras 20 pessoas, todas participando de uma festa, quando homens fortemente armados invadiram o local.

Os invasores teriam se identificado como integrantes da facção criminosa Guardiões do Estado e dito que matariam todas as pessoas que estavam na casa. Após isso, o grupo iniciou uma série de torturas.

Os policiais pediram reforço e seguiram até o local, onde foram recebidos a tiros pelos criminosos. Os agentes revidaram e, após a reação, os suspeitos e algumas vítimas deixaram o imóvel.

Três homens foram espancados e baleados pelo grupo. Eles foram socorridos por equipes do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e encaminhados ao Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza.

Além dos feridos, outras vítimas permaneceram no imóvel após a chegada dos policiais. Eles disseram aos militares que, pelo menos, dez pessoas invadiram o local e disseram, ainda, que os criminosos estavam armados com pistolas, escopetas, revólveres e facas.

Diego Soares dos Santos, de 23 anos, e Paulo Sérgio dos Santos Lima, 26 anos, foram encaminhados para a Delegacia Metropolitana de Caucaia. Os dois participavam da festa e, segundo os militares, têm passagem pela Polícia por tráfico de drogas e assalto e estavam com tornozeleiras eletrônicas.

Ninguém mais foi preso e as investigações acerca do caso continuam, a fim de identificar os autores do crime. Fonte: cnews



Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top