IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:

Conforme a polícia, os acusados causaram prejuízos de mais de R$ 300 mil às vítimas

Um casal suspeito de aplicar golpes no aluguel de hospedagem para turistas foi preso na manhã desta terça-feira (17) em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. A "Operação Temporada" é resultado de investigações desenvolvidas pela Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur) e da equipe da Divisão Antissequestro (DAS).

Foram presos Hemerson Rodrigues Moreira (29) e Tatilane Franco Alves (28), ambos sem antecedentes criminais. Eles foram capturados em cumprimento a mandados de prisão por estelionato. De acordo com a delegada Roberta Frota, titular da Deprotur e líder das investigações, o casal é apontado como responsável por causar um prejuízo estimado de mais de R$ 300 mil às vitimas. Os levantamentos que levaram os agentes de segurança até eles foram iniciados há oito meses, em resposta a dezenas de Boletins de Ocorrência (BOs) registrados na delegacia especializada. 

Os policiais também cumpriram mandados de busca e apreensão em dois imóveis frequentados pelos presos – a casa de deles e uma residência de familiares. Nos imóveis, foram apreendidos equipamentos como notebooks, câmeras fotográficas, cartões magnéticos e mais de R$ 1,2 mil. As apurações realizadas na operação indicam que os criminosos atuavam no falso aluguel de imóveis, em sua maioria, localizados na Beira Mar de Fortaleza. As vítimas eram pessoas que acessavam um site de compra e venda da internet à procura de hospedagens de baixo custo na Capital cearense. 

Para fechar a negociação, o casal solicitava o pagamento de 50% do valor acordado, que era abaixo do valor de mercado para atrair mais interessados. Então, as pessoas pagavam a quantia combinada e viajavam para Fortaleza e só depois de chegarem, percebiam que se tratava de um golpe. Para receber o dinheiro das vítimas, Hemerson e Tatilane utilizavam contas bancárias de terceiros. De acordo com o delegado Eduardo Tomé, diretor adjunto do Departamento de Polícia Especializada (DPE), os turistas são oriundos de várias partes do Brasil e de outros países. Agora, as investigações continuam no sentido de apurar o envolvimento de outras pessoas no esquema fraudulento. 
Fonte: Cnews

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top