IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:



O garoto disse à mãe que era agredido e torturado pelo pai

Moradores do município de Redenção, a 60 quilômetros de Fortaleza, realizaram uma manifestação na Praça da Igreja Matriz, no Centro da cidade, na noite desta terça-feira, (31), contra uma determinação da Justiça, que quer que um garoto de 10 anos que teria sido agredido e torturado pelo próprio pai volte para a guarda dele.

Segundo a mãe do menino, a vendedora Márcia Gleiva Pinheiro, de 30 anos de idade e o ex-marido identificado como Tarcísio Castelo, de 56 anos de idade, foram casados por oito anos. Nesse período, conforme a mãe relata, ela foi vítima de agressões diversas vezes e decidiu se divorciar.

Após uma pressão psicológica feita pelo ex-marido, Márcia fez um acordo com o pai do menino. O garoto moraria com ele e ela veria o menino nos finais de semana.

Nos primeiros três meses Márcia até viu o filho, mas depois foi impedida diversas vezes. Em maio deste ano ela viu o menino, que narrou um calvário que estava passando. O garoto disse à mãe que era agredido e torturado pelo pai. Márcia disse que o filho chegou a ficar pendurado de cabeça para baixo e com os pés amarrados por uma corda e ainda tendo água jogada no rosto. Em outra situação a mãe diz que o filho foi deixado preso em casa sem água e sem comida e chegou a beber água da chuva para sobreviver, além de outras agressões.

A guarda provisória é do pai da criança. Só que Márcia não devolveu o menino porque a criança está amedrontada e não quer voltar para a casa do pai. Apesar da mãe já ter ido à Polícia, a Justiça através da 2ª Vara da Família do Fórum Clóvis Beviláqua quer que ela devolva o garoto ao pai. Ela já recebeu o terceiro mandado de busca e apreensão e está desesperada.
Fonte: Cnews

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top