IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:



O crime aconteceu em setembro deste ano

A Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) prendeu um homem suspeito de participar da morte de um policial militar do Estado do São Paulo, no dia 4 de setembro deste ano, em Hortolândia, São Paulo. O suspeito foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. De acordo com a Polícia Civil, a arma apreendida foi a mesma utilizada para cometer o crime contra o policial. A prisão dele ocorreu, na manhã desta quinta-feira (30), no município de Ararendá, no Sertão de Crateús. 

Uma composição do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) recebeu uma denúncia anônima de que um homem que se intitulava "matador de polícia" estaria abrigado em uma residência, no município de Ararendá. De posse das informações, os policiais se deslocaram até o endereço. Ao se aproximarem do imóvel, o suspeito, identificado por Weverton Lucas de Andrade (20), tentou fugir pulando um muro, depois se escondeu dentro de uma caixa d"água localizada no topo de uma casa duplex. Ao ser capturado, Weverton resistiu à prisão, mas foi contido e imobilizado pelos agentes de segurança.

Dando continuidade às diligências, os PMs foram até a casa de um vizinho, onde encontraram uma pistola com numeração raspada, embalada em um saco plástico, enterrada no quintal de uma casa. Um adolescente de 17 anos que guardava a arma foi levado à Delegacia Municipal de Nova Russas, onde foi lavrado um ato infracional contra ele por posse de arma de uso restrito.

Conforme investigações da Delegacia de Novas Russas, para onde o suspeito foi levado para lavrar o flagrante, ele confessou que a arma encontrada foi a mesma utilizada para cometer o homicídio contra o PM. O criminoso possui dois mandados de prisão abertos expedido pela Justiça de São Paulo. No último Dia dos Pais, Weverton recebeu o benefício de uma saída temporária, mas não retornou à cadeia. Três semanas depois, o suspeito cometeu o crime contra o policial militar. Em depoimento, o suspeito revelou que estava no Ceará há cerca de dois meses. Ele veio ao Estado após conhecer uma mulher, via internet, e os dois passaram a dividir uma casa, em Ararendá.

Crime

De acordo com informações da Polícia Militar de São Paulo, o cabo João Eduardo do Prado (36) foi vítima de homicídio em setembro deste ano, quando estava de folga. Os suspeitos chegaram em um carro e atiraram contra o policial, que estava em um estabelecimento comercial. O militar chegou a ser levado para um hospital em Hortolândia, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Fonte: Cnews

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top