IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:

Na manhã deste sábado (03/02) 609 famílias foram beneficiadas com escrituras de casa que foram devidamente registradas na Vila Olímpica de Messejana, em Fortaleza. O ato faz parte do programa Papel da Casa, ação integrada entre Governo do Ceará, Prefeitura de Fortaleza e Tribunal de Justiça, entregue a moradores dos conjuntos Curió e São Bernardo, construídos na década de 1990, em regime de mutirão habitacional, doados para famílias de baixa renda ou renda zero, a maioria provenientes de áreas de risco.


O governador Camilo Santana (PT), que entregou pessoalmente vários documentos, destacou o trabalho que vem sendo realizado para regularizar a moradia de milhares de cearenses.

Em Tianguá, na Serra da Ibiapaba, uma situação semelhante é vivenciada por mais de 300 famílias que invadiram uma extensa faixa de terra pertencente a Prefeitura. A área é de risco, não tem saneamento, não há calçamento e a água e energia são distribuídas em gambiarras.

“Na campanha foi prometido que eles iriam ver o nosso caso com bons olhos. Então a gente está esperando. Aqui tem muitas crianças, muitos idosos, muitas mulheres grávidas e sem Agente de Saúde, sem nada. A gente vai no Posto de Saúde e perguntam: - você mora onde? Respondemos: - na Invasão. E a resposta que temos é: - vocês não têm Agente de Saúde, então não podemos atender. Antes havia a UPINHA no Bairro Santo Antônio, que era onde éramos atendidos, mas o novo Prefeito fechou. A opção que temos é ir numa Farmácia.” – explica uma moradora da Invasão Terra Prometida, de Tianguá, que não quis se identificar.

A moradora justifica-se dizendo: "Há 16 anos espero uma casa popular. A única opção que tive foi invadir, mas por quê? Porque não tem projeto. Não quero criticar político A ou B; quero solução.”

Os moradores da Invasão Terra Prometida criaram uma Associação a fim de ganharem mais força como comunidade organizada diante das autoridades. Os invasores já fizeram contato com políticos do município, com deputados estaduais e federais e com o Governador Camilo Santana. O Governador solidarizou-se com os moradores e disponibilizou-se a contribuir na regularização das terras através de uma parceria com o Prefeito de Tianguá, mas o mesmo não demonstrou interesse em solucionar o caso através da doação do terreno, que pertence a Prefeitura.

Desde que assumiu espaços de decisão no Poder Executivo Estadual, Camilo Santana tem trabalhado pela regularização de terras. No evento realizado neste sábado na Vila Olímpica de Messejana ele falou sobre sua atuação, lembrando: “Quando fui secretário da Agricultura, identificamos que 70% da propriedade rural não tinha documentação. Na época, fizemos a maior regularização fundiária do Estado. Quando virei secretário de Cidades, vimos que mais de 70% da pessoas das áreas urbanas também não tinham a situação regulamentada. Fizemos uma parceria com a Prefeitura de Fortaleza e o Tribunal de Justiça para que todos tenham o papel da casa. Isso para que tenham segurança, para que tenham a casa de fato e direito.”

Camilo reconheceu os desafios semelhantes que ainda existem no interior do Estado e afirmou que pretende ampliar esse projeto para todos os municípios do Ceará.

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top