IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:

Foto: Fco Fontenele


O ex-governador do Ceará também afirma que o PT deve fazer uma autocrítica, não apenas o ex-presidente 

No 2º Encontro Folha de Jornalismo, o pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) disse que não deseja a prisão do ex-presidente Lula, após condenação no Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4). Ciro afirma que não falou com Lula recentemente, mas diz que ele deve ser absolvido porque "não parece bom para um país uma condenação que leve um homem, com tanto bem querer por uma grande parte da população brasileira, para a cadeia. Me constrange, me faz sofrer". 

Questionado se apoiava ou não a candidatura de Lula,o ex-governador do Ceará explicou que as pessoas “têm que entender” o ponto de vista dele em relação ao petista. Ciro afirma que, para ele, o ex-presidente não é um mito ou um deus, mas, sim, um “grande amuleto, que tem contradições importantes dentro da sua vida”. E que, ao chegar ao poder, cravou essas contradições. 

“Por que eu elogio o Lula em certa dimensão? Porque o Brasil trouxe para o consumo as classes D, E e C”. O ex-ministro citou também a questão do crédito no Paí. Segundo Ciro, o ex-presidente conseguiu alavancar a proporção do PIB brasileiro de 15% para 55%. 

Após explicar as razões dos seus elogios ao petista, o ex-deputado elenca as suas críticas em relação à gestão de Lula. “Agora vamos às críticas. O Lula não institucionalizou nenhum desses avanços, são só projetos que dependem de uma figura carismática, e isso não é o melhor modelo para uma País como o nosso”. 

Ele ressalta também que, nas eleições deste ano, Lula precisa entender seu papel. “No alto da reestruturação moral da sua personalidade, ele precisa compreender que seu papel não é mais de repartir a sociedade brasileira em ódios, amores e paixões, como ele faz. Mas a sua função é de ajudar a sociedade a se reconstruir nessa nova etapa, em um novo projeto nacional de desenvolvimento. Se ele faz isso vai para a história brasileira como um grande candidato. Se não faz, será derrotado”. 

Fonte: O Povo / Com informações de Isabel Filgueiras, correpondente em São Paulo 

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top