IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:


CCPL, Casa de Privação Provisória de Liberdade (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)



Segunda fase da operação Masmorras Abertas foi realizada nesta quinta-feira (10) na CPPL 5, em Itaitinga, na Grade Fortaleza. 

diretor de uma unidade prisional em Itaitinga, na Grande Fortaleza, foi afastado por determinação judicial por suspeita de garantir privilégio e regalias a alguns dos internos da CPPL V. O servidor foi afastado por 90 dias. 

"Havia um tratamento privilegiado diferenciado das normas, desde a utilização de um vestuário diferente. Os internos recebiam benefícios que davam maior autonomia liberdade, o que vai contra as normas de segurança do presídio. Um preso também recebeu remissão de pena sem a comprovação da conclusão do trabalho", afirmou o promotor do Ministério Público Nelson Gesteira. 

A ação ocorreu como parte da Operação Masmorras Abertas. Na primeira fase da ação, sete diretores que atuam em presídios foram afastados por 60 dias. A Justiça determinou também a quebra de sigilos bancário e fiscal do suspeito. 

O Ministério Público vai investigar agora se os servidores do presídio recebiam dinheiro em troca da garantia dos benefícios. 

"A quebra de sigilo bancário e fiscal é pra gente constatar essa situação, você só concede favores por parentesco ou em troca de dinheiro. Se não é parente nem tem relacionamento afetivo então a suspeita é de que haja a troca por remuneração", diz Gesteira. 
Venda de celulares 

A operação leva o nome de Masmorras Abertas, em referência ao "fácil acesso" de presos aos celulares, o que lhes permite comunicação com "parceiros do crime e agentes penitenciários". 

Os celulares inclusive eram vendidos entre os presos. Um telefone do modelo iPhone valia até R$ 1.000. Os valores eram depositados na conta do vendedor por familiares do preso que comprava o aparelho, conforme o Ministério Público. 

"Muitos agentes penitenciários estavam envolvidos em atos de corrupção, notadamente na entrada de celulares, armas e objetos ilícitos", afirma o coordenador da operação, promotor Humberto Oliveira. 

Fonte: G1 CE


Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top