IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:


No local do crime, a Polícia apreendeu imagens e outros objetos usados nos rituais


Jheyenderson de Oliveira Xavier, 24 anos, conhecido como “Jhey”, morto num ritual satânico


Gleudson Dantas Barros, 29 anos; e Roberto Alves da Silva, 40, estão presos em Iguatu

Uma história macabra, que terminou em morte, está sendo investigada pela Polícia Civil na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do estado (a 414Km de Fortaleza)., Tudo começou quando a família de um jovem procurou as autoridades policiais no último fim de semana para registrar seu misterioso e inexplicável desaparecimento. O resultado da investigação foi a descoberta de que o jovem foi assassinado num ritual satânico. Seu corpo já foi encontrado e os suspeitos presos. 

Segundo a Polícia, Jheyenderson de Oliveira Xavier, 24 anos, conhecido como “Jhey”, estudante do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em Iguatu, foi assassinado durante um ritual de magia negra e seu corpo “desapareceu”. Nesta quarta-feira (23), policiais da Delegacia Regional de Iguatu, tendo à frente o delegado Jerfisson Pereira, prenderem um umbandista e seu comparsa. Os dois teriam sido os responsáveis pelo assassinato do jovem. O corpo do rapaz foi localizado. 

De acordo com o delegado, a vítima desapareceu misteriosamente na última sexta-feira (18) e, na segunda-feira (21), os familiares chegaram a revelar o fato publicamente e pedir ajuda através do quadro de “pessoas desaparecidas” em um telejornal da TV Verdes Mares. Colegas de “Jhey” disseram que ela havia faltado a aula na sexta-feira (18). 

“Nós encontramos o pai de santo, que deu um depoimento extremamente mentiroso. Ele caiu em muitas contradições. Disse que não via o estudante desde novembro do ano passado, mas a gente encontrou algumas imagens de uma câmera de segurança que mostra ele (o rapaz) saindo com o pai de santo, na sexta-feira”, afirma o delegado. 

Corpo encontrado 

De acordo com a Polícia, o suspeito foi reconhecido nas imagens pelos próprios pais. “Ele (suspeito), “puxa” uma perna (resultado de uma deficiência) e aparece nas imagens usando uma mochila que encontramos em sua casa”, esclarece o delegado. No local onde os suspeitos realizam práticas religiosas, um matagal, a Polícia encontrou uma arma de fogo, supostamente a usada para matar o rapaz com um tiro na nuca. Segundo Pereira, “a nova suspeita é de que quatro pessoas participaram do crime”. 

O corpo do rapaz foi encontrado enterrado em uma cova rasa exatamente no local onde os suspeitos praticam atos de magia negra. A perícia constatou no corpo da vítima sinais de prováveis torturas praticadas antes da execução sumária. 

Os suspeitos presos foram identificados como Gleudson Dantas Barros, 29 anos; e Roberto Alves da Silva, 40. Diligências estão sendo realizadas para prisão de outros envolvidos. 

Fonte: Fernando Ribeiro


Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top