IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:

Padrasto foi levado por PMs para delegacia do Itaim Paulista, zona leste de SP

Um bebê de 1 ano teve morte cerebral dentro de casa, após um suposto incidente ocorrido na tarde desta terça-feira (3), no Jardim Helena, zona leste de São Paulo. O padrasto do menino, de 20 anos, foi detido na noite de ontem. Existe a suspeita de que ele tenha espancado o enteado, que não resistiu aos ferimentos. Em depoimento, o suspeito afirmou ter ocorrido um acidente doméstico. 

Segundo a Polícia Civil, o menino D.L.S. teve morte cerebral por volta das 17h de ontem depois de ter sido agredido pelo padrasto Peterson Sposito Junior. A Polícia Militar informou que recebeu uma ligação às 23h59 para ir até o local. O padrasto foi encaminhado ao 50º DP (Distrito Policial), no Itaim Paulista. 

A reportagem não localizou a defesa de Junior. Em depoimento à polícia, ele afirmou que estava dando banho na criança e que, ao sair do banheiro, escorregou e caiu sobre ela. O padrasto alegou ainda que o menino não parava de chorar após o incidente. Por isso, o sacudiu com força e a cabeça dele bateu contra a parede. 

À polícia, a mãe da criança informou que morava com o suspeito há quatro meses. Na tarde de ontem, ela disse que foi buscar outra filha na escola e, por volta das 17h, Junior ligou para ela questionando se retornaria em breve. Minutos depois, o rapaz voltou a ligar afirmando que o menino havia desmaiado. 

Ao chegar no local, a mãe afirma que viu o filho no colo de um vizinho, desmaiado, e pediu que ele fosse levado ao hospital. No Hospital Santa Marcelina, foi constatada a morte cerebral da criança. 

A mulher do rapaz informou que ele é muito ciumento e que já havia a agredido, mas que nunca havia machucado nenhum de seus filhos e acreditava que ele pudesse, desta vez, "ter feito algo". 

O Tribunal de Justiça não confirmou se o padrasto passou por audiência de custódia até a publicação desta reportagem. De acordo com a Polícia Civil, ele respondeu a dois atos infracionais em São Paulo, por roubo e lesão corporal, quando ainda era menor de idade. 

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública confirmou que o padrasto foi "preso em flagrante por homicídio qualificado". De acordo com a secretaria, "o autor confessou ter agredido seu enteado". 

Por Luís Adorno / Do UOL, em São Paulo

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top