IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:

Antônio Artenho da Cruz foi encontrado com ajuda de denúncias e não reagiu à prisão 


Na mesma semana em que teve a pena reduzida, Antônio Artenho da Cruz, um dos participantes do assalto milionário ao Banco Central, foi preso nesta quarta-feira (10), em Boa Viagem, 217 km de Fortaleza. "Bode", como é conhecido, estava escondido na cidade e foi encontrado por meio de denúncia anônima. 

De acordo com a Polícia Militar, com Artenho, os policiais encontraram uma espingarda, munição e R$ 3.500. Ele não resistiu à ordem de prisão. 

A pena de Artenho foi reduzida em três anos, após a Justiça decidir pela extinção da punição do réu pelo crime de formação de quadrilha. "Esclarecemos que encontra-se em trâmite no Superior Tribunal de Justiça (STJ) habeas corpus requerendo a decretação da extinção da pena em relação ao delito de lavagem de dinheiro, por atipicidade da conduta", disse a advogada Erbênia Rodrigues, que representa o réu. 

Em junho do ano passado, o STJ reduziu a pena de 27 anos e sete meses para 13 anos de prisão. Com a mudança, mais três anos foram retirados. De acordo com a Justiça Federal, Artenho tem "personalidade desvirtuada e voltada para o crime, bem como suas condutas sociais reprováveis". 

Em setembro, Raimundo Laurindo Barbosa Neto (51), foi preso em Boa Viagem. Ele também é acusado de participação no crime. Os dois nunca foram presos. 

Assalto ao Banco Central 

O furto ao Banco Central de Fortaleza aconteceu entre os dias 5 e 7 de agosto de 2005 e se tornou o maior registrado no Brasil. O túnel tinha aproximadamente 80 metros de comprimento, era revestido de apoiado em vigas, tinha sistema de ventilação e elétrico. O grupo alugou uma das casas próximas ao BC, que funcionava como fachada de um escritório. E de lá, o túnel foi construído até chegar ao cofre do BC. 

Fonte: Cnews

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top