IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
A Serra da Ibiapaba em Destaque.
:

As chamas atingiram o ônibus e um caminhão da coleta de lixo de Nazária. — Foto: Deyves / Portal Fala Piauí



Suspeito ainda disse que queimou o ônibus porque se revoltou com o prefeito da cidade, por não ter cumprido promessa depois do período eleitoral. Lucas Mateus foi preso na casa dos pais, no Bairro Dirceu, Zona Sudeste de Teresina.
Lucas Mateus Carvalho de Araújo, 20 anos, foi preso suspeito de atear fogo em um ônibus, no município de Nazária, 34 km de Teresina e confessou à polícia que cometeu o incêndio para tentar apagar as lembranças de uma relação sexual que teve com sua ex-companheira e também porque estava revoltado com o prefeito da cidade.


Suspeito disse que queria queimar somente o ônibus, mas as chamas acabaram se espalhando para o caminhão. — Foto: Deyves / Portal Fala Piauí


O crime aconteceu na segunda-feira (17) e o homem foi encontrado na casa dos pais, no Bairro Dirceu, Zona Sudeste da cidade, na madrugada desta quinta-feira (20).
“Ele alega que no dia do fato fez uso de maconha e crack e tomou coragem. Ele disse ainda que havia mantido relações sexuais com uma ex-companheira dentro do ônibus e queria apagar as lembranças. Outro motivo seria para se vingar do prefeito que teria oferecido emprego a ele e para mãe no período de campanha, mas não cumpriu a promessa”, disse o delegado Gilberto Silva, que fez a prisão.

Em depoimento para a polícia, o suspeito disse que usou uma garrafa de álcool para atear fogo somente no veículo e não teve a intenção de queimar os outros carros que estavam próximos do ônibus. Um caminhão também ficou totalmente destruído ao ser atingido pelas chamas.
“Ele disse que a intenção dele era queimar o ônibus, mas o álcool se espalhou e pegou também no caminhão. Disse que viu a fumaça de um posto de combustível próximo e só no dia seguinte se deslocou para Teresina", completou o delegado.
Lucas Mateus Carvalho de Araújo tem 20 anos e foi liberado após ser interrogado e será indiciado por incêndio e dano qualificado.
Por José Marcelo*, G1 PI

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top