IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
Noticias da Serra da Ibiapaba e interior do Ceará
:




As mensagens de amor escritas por Nicolly Guimarães Sapucci (22) em redes sociais para o namorado, Michael Denis Freitas, eram recorrentes. Ele foi o responsável pelo assassinato da jovem, ocorrido no domingo (27), durante visita íntima no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Jundiaí, no interior de São Paulo. 



Nas postagens feitas pela jovem, ela costumava declarar amor ao namorado, mesmo citando a dificuldade dos encontros por conta da prisão. "Sabe amor, apesar de não estar aqui fora para termos comemorado seu niver e nosso 1 ano, eu amei passar o dia todinho com você agarradinhos nessa data tão especial para nós, seu niver e nosso niver também. Dia perfeito. Você é o amor da minha vida e estaremos junto até depois do fim", escreveu a vítima em agosto de 2018. 



Em texto mais recente, Nicolly chegou a pedir desculpas ao assassino por eventuais brigas. "Eu sei que tenho defeitos, mas te peço perdão por cada erro meu, obrigado por me aturar, aturar as minha crise de ciúmes, as briguinhas bestas muitas das vezes sem motivo, mais tudo isso é porque te amo, e não me imagino viver sem você", colocou em 23 de outubro. 

O crime 

Nicolly foi morta pelo namorado, que está preso em Jundiaí, durante a visita íntima. Ele a derrubou da beliche e a agrediu com vários chutes no rosto. 

O autor do feminicídio alegou à polícia que cometeu o crime por ciúmes. Ele foi autuado em flagrante e continuará preso. Nicolly ainda foi levada a um hospital da cidade, mas não resistiu. 

A jovem era moradora de Bragança Paulista e vivia com Michael Denis desde agosto de 2017. Ele foi preso em 2018, acusado de roubo. 

A Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo informou que a jovem foi encontrada próximo ao fim do horário de visitação, por volta das 15h50, quando agentes penitenciários perceberam que ela ainda não havia saído da cela. Outros presos chamaram por socorro, alegando que ela havia sofrido um acidente. Ela foi encontrada com hematomas e inconsciente. 

Nicolly foi levada ao Hospital São Vicente, mas morreu à 20h40. Os especialistas apontaram que ela sofreu traumatismo craniano. O preso foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil e confessou o crime. 

A pasta informou ter sido aberto um procedimento disciplinar e preliminar para apuração dos fatos. O preso foi isolado preventivamente em cela disciplinar e será pedida ao juiz local sua internação em regime disciplinar diferenciado. Segundo a SAP a mulher era cadastrada no rol de visitas ao preso desde maio do ano passado e realizava visitas regulares. 

Fonte: Diário do Nordeste

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top