IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
Noticias da Serra da Ibiapaba e interior do Ceará
:

Os estelionatários agem em todo o País e estavam atacando na Região da Ibiapaba



Onze ciganos, integrantes de uma quadrilha interestadual de estelionatários, foram capturados nesta sexta-feira (3), na cidade de Tianguá numa operação realizada pelos policiais da Delegacia Regional de Polícia Civil. 

O grupo agia em todo o Brasil, supostamente vendendo artigos de cama&mesa, mas, na verdade, usava máquinas de leitura de cartões de crédito para copiar as senhas e a trilha magnética dos cartões e, assim, aplicar golpes contra seus eventuais clientes. 

O bando foi descoberto depois de várias denúncias e de diligências realizadas em Tianguá e noutras cidades da região Norte do estado e da Serra da Ibiapaba, como São Benedito, Reriutaba, Graça, Carnaubal e Viçosa do Ceará. Com os golpistas, a Polícia Civil apreendeu várias leitoras de cartões magnéticos (LCM), além de vários veículos novos e semi-novos, de luxo, entre eles, uma caminhoneta Hilux. 

Os 11 homens, em sua maioria, são de estados diferentes e já aplicaram golpes em várias cidades. Em uma delas, acabaram presos, à exemplo do que aconteceu, ontem, em Tianguá. O bando foi preso em Juiz de Fora, na região da Mata Mineira (MG). 

Para enganar as vítimas, eles vendiam edredons a pessoas humildes que entregavam seus cartões para que eles passassem nas máquinas. Além de alterar o valor da mercadoria na hora de debitar nas contas dos clientes, o bando também usava do artifício da clonagem. 

Em entrevista a reportagem do site “Ipaporanga Noticias”, o Delegado Dr Miguel Sales, disse: “Esses ciganos vivem no meio do mundo supostamente vendendo essas mercadorias com estas maquinetas, e eles chegam na casa do cidadão, vendem Ali um produto por um preço e em seguida eles (ciganos) tiram a atenção do cliente e passa outra operação no cartão da vítima”. 

O Delegado afirmou ainda que uma vítima da cidade de Sobral, fez uma compra no valor de R$ 180 reais (sendo 12 parcelas de R$ 15 reais), daí o cigano tirou atenção da vítima e passou outra operação em 12 prestações de 150 reais, e só depois é que a vítima foi descobrir que esses elementos tinham passado seu cartão duas vezes. 

Então é esse o tipo de golpe que eles aplicam, é enganando o consumidor, é fazendo operação não autorizada com cartão das vítimas, ou aumentando o valor da compra, vem um produto que não corresponde o que eles dizem, então é uma série de crimes contra o consumidor, finalizou o Delegado Regional Dr. Miguel Sales. 

Depois de autuados em flagrante, os 11 acusados permanecem presos à disposição do juiz da Comarca de Tianguá, assim, como bens apreendidos durante a operação. 

Fonte: Fernando Ribeiro / Ipaporanga Notícias



Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top