IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
Noticias da Serra da Ibiapaba e interior do Ceará
:

Matheus Urias, Ângelo Moita, Valdecy Santos de Abreu, Diego Passos e Amauri Didi. Foto: Bia Olivindo.

Por ocasião do aniversário de 129 anos de emancipação política de Tianguá-CE, os radialistas Matheus Urias e Diego Passos idealizaram uma edição especial para o Jornal Tribuna do Povo, da Rádio Santana FM 99.3. O programa especial aconteceu no dia 31 de Julho, quarta-feira.

Convidados ilustres marcaram presença no estúdio da emissora, a saber: professor Valdecy Santos de Abreu, autor do Hino do Município de Tianguá; professor Amauri Didi, escritor tianguaense e Maestro Ângelo Moita, fundador da Banda de Música de Tianguá (Orquestra Filarmônica Juvenil Dr. Edivaldo Coelho Moita).

Também participaram: o historiador João Bosco Gaspar; a professora e cordelista Elizângela Soares e o vereador José Maria Nunes (Zé Bia), filho do saudoso João Nunes de Menezes, ex-prefeito que recebeu o título de Cidadão Tianguaense do Século XX em razão dos relevantes serviços prestados a população.

“Orgulho-me de ter sido um dos fundadores da Rádio Santana. Trabalhei aqui na Rádio nos seus primeiros 06 anos com audiência bastante significativa. É sempre bom voltar a casa onde a gente já contribuiu.” – disse Valdecy Santos de Abreu, que acrescentou: “Parabenizo ao Diretor, Padre Lusmar, por ter contratado uma equipe que justifique o histórico desta emissora. Esta emissora é um marco na história de Tianguá desde os anos 70 e ela toda vida foi democrática e foi uma voz do povo. A Rádio Santana é, de fato, a Tribuna do Povo.”.

Valdecy Santos de Abreu falou sobre sua vasta produção literária, especialmente sobre o Livro “Ao Eterno Tibúrcio, Obreiro incansável do progresso de Tianguá”. O escritor explicou que Monsenhor Tibúrcio é um verdadeiro ícone da história da cidade, onde brilhou com sabedoria e espírito empreendedor por longos 55 anos. “Monsenhor Tibúrcio foi o fundador desta emissora. Foi ele quem abriu as portas da comunicação radiofônica em Tianguá.” – disse Valdecy Santos de Abreu.

O escritor Amauri Didi falou sobre sua rica produção literária e deu detalhes sobre sua última obra que foi produzida através de um coletivo de autores tianguaenses, a saber: o livro “Tianguá, Cidade da Gente”. Amauri Didi escreveu a Unidade III do referido livro, que trata dos “Lugares de Memórias”. “Queremos formar cidadãos conhecedores e com sentimento de pertença, de fato, a nossa cultura, a nossa história.” – disse ele. Na referida unidade, o professor escreveu sobre pessoas que contribuem com a cidade mas que não têm a oportunidade de imprimir suas experiências em livros, como as Dramistas dos Tucuns, a parteira e rezadeira dona Quitéria Urias, da Itaguaruna, dentre outros.

“Tenho certeza que a maior audiência radiofônica na Serra da Ibiapaba é a do Jornal Tribuna do Povo.” – disse Valdecy Santos de Abreu, que ofereceu um presente ao primeiro ouvinte que ligasse ao telefone: um CD com suas músicas. E a resposta foi imediata: a ouvinte Liduína, do Sítio Tucuns, ligou, conversou ao vivo com o compositor e ganhou o presente.

José Maria Nunes, conhecido por Zé Bia, vereador de Tianguá, falou sobre a biografia do seu pai, João Nunes de Menezes (in memoria), que recebeu o Título de Cidadão do Século XX após votação popular em 2001. João Nunes de Menezes foi o construtor de obras de grande vulto e que marcaram a cidade, tais como: o Ginásio Municipal, o Hospital Municipal, a Prefeitura Municipal, além de doar terras que hoje compreendem bairros inteiros, como a Cibrazem, Estádio, Santo Antônio, dentre outros.

A professora Elizangela Nunes participou recitando um cordel de sua autoria em homenagem a cidade. O professor João Bosco Gaspar falou sobre os símbolos do Município de Tianguá.

Valdecy Santos de Abreu revelou que acompanha “a trajetória do Matheus Urias desde criança. E esse acompanhamento fiz anonimamente. Ele nem sabia que eu o admirava e hoje vejo ele aqui com o Diego Passos com essa grande responsabilidade de conduzir esse programa – que realmente é imparcial – então me dá uma alegria muito grande. Quem é filho de uma cidade e passa a vida toda lutando por essa cidade, quando ele ver valores se destacando a alegria é muito grande!”.

O Maestro Ângelo Moita emocionou-se ao falar sobre a fundação da Banda de Música de Tianguá. E agradeceu pela oportunidade, dizendo: “É um privilégio estar aqui com esta turma tão seleta. Alegro-me por ter feito parte da fundação da Rádio Santana. Aliás, após o falecimento do Mestre Neco e o fim de sua Banda de Música, eu e alguns amigos montamos uma Banda para participar da inauguração desta querida emissora.” E finalizou: “Me orgulho por voltar a Rádio Santana e rever o Diego Passos e, especialmente, o Matheus Urias, que foi componente da nossa Banda de Música”.

Todo o programa foi transmitido em vídeo ao vivo através do Facebook da Rádio Santana FM 99.3 e está disponível no link: https://www.facebook.com/radiosantana99.3fm/videos/1178817752291987/

Advertisement

0 comentários:

Postar um comentário

ibiapaba24horas@gmail.com

 
Top