IBIAPABA 24 HORAS

IBIAPABA 24 HORAS
Noticias da Serra da Ibiapaba e interior do Ceará
:


53 municípios cearenses, incluindo Fortaleza, foram classificados com risco de incidência da Covid-19 “alto” ou “altíssimo”. Os dados estão no Integrasus, nesta quinta-feira (3). De acordo com a tabela, outros 94 locais estão em risco “moderado”. Os indicadores consideram os aumentos de casos diários, internações, testes com resultado positivo, mortes e leitos de UTI ocupados entre 15 e 28 de novembro. 

Entre as duas últimas epidemiológicas, o Ceará registrou 137 novos casos a cada 100 mil habitantes. Assim, o Estado está em nível de alerta “moderado” e com tendência de queda. Os níveis são classificados entre 1 e 4, sendo que o primeiro é o “novo normal” e o último representa incidência “altíssima”. 

Esse novo indicador sobre a taxa de incidência entrou no ar recentemente. “Além de alertar a população sobre a situação da Covid-19 em seu município, o painel será um importante indicador para gestores públicos a partir da automatização de ações recomendadas para cada indicador que demonstrar tendência de crescimento”, comenta Magda Almeida, secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa. 

De acordo com a secretária, a partir da divulgação dos dados, os municípios podem tomar decisões relacionadas à pandemia. 

Embora as internações por doenças respiratórias (66 casos), ocupação de leitos UTI-Covid (59,7%) e taxa de letalidade (0,4%) estejam em queda constante, a positividade dos exames RT-PCR cresceu 62,7% entre 15 e 28 de novembro. 

De acordo com a Sesa, o indicador cresce quando há aumento superior a 15% nas duas últimas semanas e decresce quando há redução do mesmo nível. Para ser considerado estabilizado, é necessário se manter em qualquer uma das duas situações. 

Situação das cidades 

Entre os 184 municípios, apenas 34 aparecem com os indicadores mais baixos. Entre eles: Paracuru, Pacoti, São Luís do Curu e Granjeiro, todos no interior. 

Outras 97 cidades estão em alerta “moderado”. Isso significa que as prefeituras e o Governo do Estado devem ficar em alerta. Aparecem na lista: Itapipoca, Canindé, Quixadá, Crato, Juazeiro do Norte, entre outras. 

Fortaleza e outros 32 municípios apresentam risco alto. Em cidades como Boa Viagem, Brejo Santo e Aracati, a taxa de positividade dos testes está entre 50% e 75%; e a ocupação de leitos de UTI, entre 80,1% e 95%. 

Em alerta “altíssimo” estão outras 21 cidades, como Sobral, Aquiraz, Cedro e Milagres. Nelas, 75% dos exames RT-PCR têm dado positivo, a taxa de letalidade está acima de 3% e os leitos de UTI estão 95% ocupados. 
Fonte: GCMAIS 

 

Advertisement

0 comentários:

 
Top